Couscous, azeitonas e queijo feta

Esta estória começa com um frasco de azeitonas. Encontrei-as numa loja, que não é realmente “loja”, porque os preços reflectem só e apenas, os custos reais de produção, transporte e despesas da loja. Mas esta estória pertence às azeitonas: pretas, portuguesas, conservadas em azeite e ervas e produzidas por métodos artesanais. Quando delas sobraram apenas os caroços e azeite, pus-me a pensar o que faria com o líquido dourado. Abrindo o frigorífico, foi o quejo feta que me disse o que fazer: Cortei-o em cubinhos pequenos e pu-los no frasco já sem azeitonas. Juntei também uma malagueta porque não consigo dizer não a um sabor mais picante e fechei o frasco. Se calhar devia ter esperado uns dias antes de voltar a abri-lo, mas não resisti. Usei o queijo em saladas, por cima de um pão, cuja estória há-de aqui chegar e, por último, em couscous. E assim chegamos ao fim da estória: Fiz um refogado com tomate, beringela, pimento vermelho, courgete e a tal malagueta, porque … já sabem. Virei-me para os couscous: pus uma chávena dos cereais em duas de água a ferver e algum sal e, quando o refogado ficou pronto, misturei tudo. E juntei o resto do queijo feta a tudo isto. Foi um almoço memorável. Até a minha filha mais nova provou e quis mais, rejeitando as papas próprias para a sua idade. O que vale é que a malagueta era fraca.

4 thoughts on “Couscous, azeitonas e queijo feta

  1. A tua filha mais nova também já come cuscus? E eu que não sabia que ela já tinha chegado! E a mais velha como se dá com a mana?
    Tenho mesmo de me iniciar na confecção dos cuscus!Os meus netos adoram, mas eu nunca fiz. E com esses temperos deve ter ficado muito gostosa a refeição. E com a tua conserva de coentros também não ficava mal! Bjs. Bombom

  2. Sou viciada em couscous, fiz no fim de semana para levar até ao Gerês e cada dia me apetece mais comer algo assim. Há tanta variação possível e tão boas 🙂

  3. De vez em quando venho cá ao Reino, mas julgo que nunca tinha deixado mensagem. Gostei muito desta estória com sabor a azeitona e deu-me vontade de começar a usar mais malagueta, quem sabe os meus piratas imberbes também não apreciam? Em todo o caso posso sempre usá-la quando começarem a dizer coisas que não devem 😉
    Teresa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s