Dr. Jekill and Mr. Hyde

Há livros que marcam a nossa infância. Trago da minha infância, dois livros especiais e tão diferentes. Já o leitor adivinhou qual é um deles. Li-o num verão, passado na casa dos meus avós, numa impressão dos anos 60 que terá pertencido à minha mãe ou minha tia. Gosto de thrillers, gosto de policiais e de uma boa investigação e gosto de romances com “settings” reais. Isto leva-me ao segundo livro da minha infância, “Os capitães da areia”. Li-o quando tinha a idade dos capitães, o que me fez pensar bastante na injustiça da vida e na sorte que eu tinha em ir para a escola. Na verdade, ainda houve outro livro na minha infância, que a minha mãe comprou depois de uma visita ao Planetário de Lisboa, e que eu li com uma sede e voracidade de saber um pouco mais. “Um pouco mais de azul”. Afinal são três… E depois havia os outros, que devorava, tentando ler devagar para prolongar o prazer. As séries de Enid Blyton, a colecção Uma Aventura…

E se eu pudesse convidar um destes personagens para jantar cá em casa, quem convidaria? As personagens de Robert Louis Stevenson ? O que haveria de servir a Dr. Jekill? ou a Mr. Hyde? E se naquela noite, os dois me concedessem  o prazer da sua visita? O que faria: carne ou peixe? Arroz ou massa? A acompanhar, água ou vinho? E no fim, serviria chá ou café? As questões seriam muitas, teria apenas a certeza da música que poria na aparelhagem. Enfim, com tantas dúvidas, mais valeria ir eu própria percorrer as ruelas escuras e mediavais que me levassem ao coração de Edimburgo, onde o pai do Dr. viveu. Seria concerteza um jantar victoriano. Servi-nos-ia a governanta Haggis? Ou uma minced pie? Fish and chips não serviria … Eram dúvidas e incertezas a mais para mim.

Então, pensei em convidar os Capitães. Mas logo me pus a pensar na logística que implicaria e decidi ir eu visitá-los. Uma viagem ao Rio em Fevereiro, Carnaval, que coincidência, quando na Europa o frio até estala não era nada mal pensado. Haveríamos de comer todos na praia, talvez algum dedilhasse numa guitarra, perguntar-me-iam se eu não tinha uns trocos para eles comprarem cigarros.
Quereriam saber mais sobre a Europa, tivessem eles o sonho de um dia visitarem o antigo Continente. Talvez o “Professor” me perguntasse se eu teria algum livro na algibeira, para ele.

E para o jantar, faria um guisado de lentilhas com bacon.

A receita: Refogar o bacon com cebola, juntar batatas, cenouras e nabo cortado aos cubinhos e lentilhas. Picar a rama das cenouras e juntar aos legumes Adicionar água até tapar os legumes. Cozinhar na panela de pressão até apitar. Se ficar muito seco, juntar chá de funcho e anis para produzir mais molho e mexer bem. E, para ouvir: Menino do Rio. Desta cidade que alberga Dr. Jekill e Mr. Hyde lado a lado e onde o céu é um pouco mais azul.

9 thoughts on “Dr. Jekill and Mr. Hyde

  1. Gostei de acompanhar as tuas leituras de infância. As minhas, bem mais recuadas (anos 50) eram os livros da Majora e os da Colecção Azul…da Condessa de Ségur, como Os Desastres de Sofia e outros. Na adolescência, também apreciava mais os de aventuras da Enid Blighton ou os policiais.
    E a receita do jantar também devia estar muito perfumada e apetitosa. Nunca fiz nem comi lentilhas e acho que devo experimentar. Vou levar a receita, pode ser? Obrigada pela partilha dos livros e da refeição! Bjs. Bombom

  2. Sofia,
    Penso que lembros em miudas os mesmos livros. Lembro-me que me fartei de chorar com a morte de Dora.
    Muito obrigada por tb teres participado, gostei imenso da receita, é mesmo o tipo de coisas que se come por aqui, e achei excelente a ideia do chä de funcho!

    um abraço e até breve.

  3. Pingback: Convidei para jantar – Uma mesa cheia e o fim da primeira edição. | Anasbageri

  4. Sofia
    Fico perplexa mas contente por uma pessoa da tua geração fazer essas escolhas. A Enid Blyton no meu tempo escrevia sobre os Cinco e as suas aventuras e essas devorei-os no verão em que aprendi a ler. Passava dias a ler pensei até que isso era crescer 🙂
    Quando tinha 12 anos li a conselho do meu pai os Capitães da areia, no ano dos capitães de abril, nunca esquecerei as emoções que me provocou esse livro, penso que foi um despertar para a consciência social.Depois desses vieram outros como os esteiros, voltei a ler anos mais tarde e há pouco lembrei-me das suas personagens quando estive no Rio de Janeiro e visitei a Candelária.
    Gostei de viajar no tempo com o teu post. Soube ontem deste desafio, vou inteirar-me do assunto.
    Beijinhos para toda a família

  5. As leituras de infância levavam-nos aos mais incriveis mundos. Uma viagem imaginária, ao lado de amigos imaginários onde o fim era ditado pela nossa imaginação. E a acompanhar uma refeição quente e aconchegante.
    Beijinhos

  6. Sofia querida,

    Bela desculpa para fugir ao frio e que jantar delicioso para os inolvidáveis Capitães da Areia!! Gosto tanto de te ler. Tanto! E também gosto de lentilhas. E desses tachinhos lindos.

    Um beijo e saudades!

  7. Na infância eu comecei pela Banda Desenhada por influência do meu irmão. Os meus livros de infância eram os da Anita e, depois passei para as colecções Uma aventura e o Clube das Chaves 🙂 Acho que fizeste uma boa escolha de convidado, nada como um guisado saboreado num imenso areal a ouvir o mar ondulante ali perto 🙂

  8. O primeiro conheço-lhe a história pelo cinema, o segundo, tb me marcou quando o li ainda miúda. Lendo o comentário da Helena sobre os Esteiros, custa-me a crer que já tenham passado tantos anos desde que o li e parece que o vejo, a capa amarela, mais rapazes que tb viviamm por curvas tortas… fiquei com saudades de quando o tempo para ler parecia não ter fim e os livros se colavam a nós para a vida.
    Que belo jantar! 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s