Gelado de ruibarbo

Quando comprei ruibarbo pela primeira vez nesta primavera, sabia que não era para fazer um bolo. Saber o que não se quer é para mim tão importante como saber o que se quer. Esta negação do bolo veio da necessidade de experimentar algo novo, de sair da minha “rota do ruibarbo” habitual. Foi ao sair do supermercado e sentir um sol bom e quentinho, que decidi fazer um gelado. A ideia de experimentar fazer gelados já andava em órbita há algum tempo, e este era o enlace ideal. Fui ao Pantagruel. Escolhi a receita de sherbet de limão por me parecer a mais simples, mas fiz as minhas alterações. Comecei por deixar 450 gr de ruibarbo já descascado e cortado em troços em 140 gr de açúcar. 2 horas depois, tinha-se formado um líquido guloso e pus tudo em lume brando durante 15 minutos. Entretanto, bati três ovos com 10 gr de açúcar baunilhado. Misturei os ovos com 500gr de iogurte e, finalmente, adicionei a compota de ruibarbo. Misturei bem e levei ao congelador. Também ao congelador levei uma vara de arames, como aconselha o Pantagruel, se bem que este livro aconselha as varas de arames de uma batedeira eléctrica. Passou-se uma hora e fui bater o meu gelado. Ainda não tinha adquirido consistência. Então decidi esperar pela manhã seguinte. Estava duro como pedra e rendi-me à batedeira eléctrica que, depois de alguma luta, o bateu e transformou num gelado cremoso, apesar de se notarem algumas pequenas falhas de gelo. Mas ficou muito saboroso e vou voltar a experimentar a receita, batendo o gelado – com a batedeira eléctrica – de hora a hora.

5 thoughts on “Gelado de ruibarbo

  1. Que bela ideia tiveste ao usares o ruibarbo para confeccionar um gelado! Eu também ando tentada a fazer uns geladitos de forma artesanal, uma vez que não tenho máquina própria, mas ainda não passei à acção. O ruibarbo, aqui em Portugal não se vê, pelo menos por onde eu ando. Mas vou anotar a tua sugestão para quando encontrar. Bjs.

  2. Olá Sofia,
    gelado de ruibarbo deve ser óptimo.
    Eu também ando há imenso tempo para fazer gelados. A família o ano passado deu-me uma máquina e ainda não a experimentei! 🙂
    Um beijinho com saudades,

  3. Obrigada pelos vossos carinhosos comentários. Este gelado ficou com um sabor muito especial, bom para amantes de ruibarbo. Eu adoro o seu travo ácido e a sua cor rosa fluorescente. Foi um vegetal que só descobri aqui na Prússia, e a primeira vez que o provei foi numa compota de morango e ruibarbo. E esta combinação também é maravilhosa.
    Beijinhos e bom fim de semana.
    Sofia

  4. Adorei a tua sugestão! Eu cá sou doida por ruibarbo! E este ano tenho tido muuuita fartura… Tenho feito algumas coisas incluindo muita compota, como ainda andam por aí uns pedaços frescos vou experimentar!
    Bem haja pela partilha! 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s