esparguete

Ao almoço fiz esparguete com iscas. Cortei-as em pequenas porções e temperei com vinagre  (porque não tinha vinho)  e alho durante cerca de 1 dia. Sequei-as e panei-as com semolina temperada com sal, pimenta e ervas da provença. Fritei-as até dourarem e deliciei-me sozinha com as iscas que cá em casa ninguem mais aprecia.

Ao jantar fiz esparguete com alho francês. Sem inspiração para o jantar, lembrei-me que a minha sogra comentou a delícia que é alho francês preparado apenas com natas. Apesar de sem grande esperança no resultado, escaldei os aneis de um alho francês e de seu primo cebolo em pouca água durante 2 ou 3  minutos, misturei a água da cozedura com 125 mL de crème fraîche, juntei o alho francês e voltou ao lume durante 2 ou 3 minutos. Temperei com sal e pimenta. E a minha sogra tinha razão. Ficou mesmo saboroso e agradou a todos.

Ah, e o esparguete, fi-lo cozendo-o em água, sal e gordura ;).

8 thoughts on “esparguete

  1. Sofia, gosto tanto de iscas, mas cá em casa também não há apreciadores, e panadas nunca provei. Acho que vou seguir a tua sugestão e comer tudo sozinha. Quem sabe com esparguete….
    Um beijinho grande e boa semana

    • Gisela,
      eu confesso que raramente faço iscas, exactamente por ser a única a gostar. Mas há que aproveitar quando estou sozinha à refeição para satisfazer os meus desejos culinários! 😉
      Sofia

  2. Eu gosto muito de iscas e cá em casa fazemos sempre com vinagre. Muito vinagre mesmo e muita cebola. Panadas nunca provei…
    Interessante essa forma de “estufar” o alho francês e deve ser muito bom também.
    Beijinhos

  3. Aqui em casa gostamos todos de iscas 😉 Tempero-as com limão e sal, depois são servidas com cebolada. Uma maravilha!
    Essa massa também me parece muito boa.

    • Ameixinha,
      Tambem gosto muito desta tua versao. Confesso que a primeira vez que comi iscas panadas foi o meu marido q as fez e gostei muito do resultado. Ele nem por isso. Depois vi que o Pantagruel tambem tem uma receita com iscas panadas.

  4. Eu também te tinha feito companhia! E o tal do esparguete, para quem não estava a contar, também não se saíu nada mal, pois não? Belas surpresas nos saíem das mãos! Um beijinho 🙂

    • Filipa, o esparguete foi a grande revelação do dia, a estrela a acompanhar os actores secundarios das duas refeições! 😉
      beijinhos
      Sofia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s