Rolinhos de salmão e raiz forte

Lembro-me muito bem quando fui pela primeira vez a um restaurante japonês, já talvez há uns dez anos. Estava em Lisboa e na altura acho que só havia um ou dois restaurantes nipónicos na capital. Passei o Príncipe Real, desci até ao Largo de Camões e entrei no Bairro Alto, na Rua da Rosa. Já não me lembro como se chama o restaurante, mas do meu primeiro contacto com a comida japonesa é que não me vou esquecer! Confesso que entrei no restaurante com um pé atrás, quando pensei em peixe crú. Mas pus os preconceitos de lado,  e pedi o menu para principiantes. Sentei-me ao balcão e observei a tripulação. Os empregados utilizavam com mestrias facas gigantes, cortando com precisão o peixe. Havia clientes de olhos em bico, o que me agradou. Se os nativos aqui vêm, só pode ser bom sinal, pensei. Uns comiam sózinhos no balcão, inclinados na sua malga de sopa, outros sentados em pequenos tatamis e mesas baixinhas, sussurravam, sorviam a sopa, engoliam o sushi. Com o meu menu, chegaram sushis e sashimis, molho de soja e… wasabi. E foi mesmo por aqui que eu comecei. Ao ver esta pasta verde e apetitosa, pensei: “mmm, este paté de abacate tem mesmo bom aspecto!…”. Com desembaraço, peguei nos pauzinhos, retirei um nózinho do tamanho de uma ervilha, e levei à boca sem demoras. E sem demoras, senti uma explosão nas minhas goelas! Acho que me saíu fumo pelos olhos, pela boca e pelas orelhas! Olho para o lado e vejo o tal japonês, que parecia tão só concentrado na sua sopa, sem tentar sequer disfarçar a gargalhada. Veio ter comigo e, em linguagem gestual, explicou-me: ” sushi + wasabi + molho de soja = 🙂 “.

Foi este o meu primeiro contacto com esta prima japonesa da raiz forte que faz do wasabi um ingrediente essencial no sushi e desde então fiquei fã deste sabor tão forte. Mas eu hoje não venho falar de sushi nem de wasabi, mas de uns rolinhos de salmão fumado que fiz para uma entrada há uns já algum tempo.  Numa tábua, pus fatias de salmão fumado, barrei com uma pasta de raiz forte, salpiquei com endro picado, enrolei e voltei a salpicar com endro e sumo de limão. De repetir.

Anúncios

4 thoughts on “Rolinhos de salmão e raiz forte

  1. Olá Sofia
    Hoje estive sitiada em casa por causa da Cimeira, até no jardim há policias……
    O lado bom é que visitei alguns blogues, leio, rio e recordo historias antigas . A minha estreia num japonês foi em 1993, nem sei se à época haveria algum em Lisboa, fui convidada para a inauguração do Midori do Hotel da Penha Longa e foi a melhor refeição nipónica que comi até hoje. Tive por companhia os japoneses com quem trabalhei na construção do hotel e por indicação deles provei o wasabi, mas muito……aconteceu-me o mesmo.
    Esses rolinhos com pouco wasabi devem ser um belo petisco.
    Bom fim de semana

    • Helena,
      Eu fiquei fa da comida japonesa, apesar do primeiro contacto ter sido conturbado e explosivo! 😉
      Gostei de ler a tua estoria no japones !

      beijinhos e bom fim de semana!
      Sofia

  2. Ainda não me estreei no japonês, aqui não há oferta, mas pelo menos já conheço o wasabi 🙂 Nunca o provei assim, mas já o usei em algumas receitas e gostei bastante! Tu és louca, puré de abacate foi demais he he Salmão fumado é muito bom, belos rolinhos!

    • eheheh! foi mesmo o que eu pensei! ingenuidade de principiante! 🙂
      estive a ver na net e o restaurante chama-se Novo Bonsai. Se quiseres experimentar quando fores à terra dos Mouros, aconselho-te este. Quando sushi virou moda, experimentei outros na capital mas deste foi o que gostei mais.
      Beijinhos e bom fim de semana! 🙂
      Sofia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s