Pão com cor

Enquanto escrevo este post, trinco uma bolinha estaladiça que acabei de tirar do forno e barrar com manteiga. Pão quente com manteiga sabe tão bem! É das tais coisas simples e boas da vida.

Quando regresso de férias, tenho este impulso de cozinhar pão. Talvez seja a minha maneira de me reconciliar com o regresso a casa, ao trabalho e à rotina, que são coisas boas. Mas o gap entre os ritmos das férias e do dia a dia é abissal e eu preciso que criar um gradiente entre as diferenças de horários, de temperaturas, de rituais e de latitudes. Passámos os últimos dias de férias num paraíso a oeste, numa pequena aldeia acima do mar onde havia uma peixaria, uma padaria e… uma casa de fadas! Esta casinha, que fez as alegrias dos mais pequenos, estava num espaço em ruínas, arranjado com muita cor, muita arte e muito empenho da proprietária, oleira e pintora. Era o “pão com cor” e talvez por isso tenha tido este desejo de fazer um pão com alguma cor. Escolhi o laranja.

A minha intenção era fazer pão de abóbora, mas as que havia na zona dos legumes não chamaram por mim. Então resolvi fazer com puré de cenoura. Numa panela, pus meio quilo de cenouras a cozer em meio litro de água.

Enquanto as cenouras coziam, comecei por misturar os ingredientes secos. Juntei 450 gr de farinha de espelta, 100 gr de farinha de trigo integral, 250 gr de farinha branca de trigo, 3 colheres de chá rasas de sal, meia colher de açúcar e 10 gr de fermento biológico seco. A varinha mágica de uma “fada do pão”, que deve ter saído propositadamente da sua casinha do pão com cor, transformou as cenouras em puré. Juntei um gole de azeite e esperei que o puré ficasse morno. Juntei-o a mistura seca e a máquina bateu a massa durante cerca de 10 minutos. Embrulhei a massa em film, tapei com um pano de cozinha e deixei-a dentro do forno durante cerca de 40 minutos (ou ate dobrar de volume).  A maquina voltou a bater a massa, por 3 minutos, e depois dei forma ao pao: Parte foi para a forma de bolo ingles e do resto fiz bolinhas. Marquei a massa com a faca e pincelei com agua. Pus no forno a 200 graus. aos 20 minutos tirei as bolinhas; aos 40, o pao.

Anúncios

3 thoughts on “Pão com cor

  1. Pingback: Felicidade é… « No reino da Prússia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s