Do turco, lebre por gato

Queria falar sobre uma carne estufada que fiz ja ha algum tempo. A noite estava fria e o serao previa-se calmo, com um jantar aconchegante, um bom vinho tinto e um video.

Comecei por ir ao clube de video. Trouxe Crank II, que recomendo. O proximo passo da lista era ir ao supermercado comprar a carne, mas a mercearia do turco estava mesmo ali ao lado e o frio fez-me entrar. Ha uns anos compramos la um borrego para a Pascoa que mais parecia ovelha velha, entao foi com um pe atras que entrei. Na zona do talho la estava a carne de vaca para guisar e depois do turco me convencer que a carne era da melhor qualidade e de me oferecer carne de bife por carne para guisar, arrisquei.

Quando cheguei a casa, comecei por aquecer azeite na panela de pressao. Fritei a carne cortada aos cubinhos dos dois lados para dourar e reservei. Fiz um refogado de tomate, cenoura, cebola e alho, temperado com louro, salsa e canela, para trazer uma brisa helenica a mesa, evocando o “estifado” grego. Quando o refogado comecou a fervilhar, voltei a juntar a carne. Por esta altura, abrimos uma garrafa de Monte Velho, brindamos, e brindamos tambem a carne com um calice deste nectar. Verifiquei que havia bastante liquido na panela, fechei e deixei a pressao exercer a sua funcao em lume medio e por 45 minutos.

Afinal o turco tinha razao e o resultado foi um prato com carne bastante macia, servido com tagliatelli. De repetir, o prato, o talho do turco, o filme e o serao.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s